“A culpa é minha e eu coloco em quem eu quiser”. Você já ouviu essa frase? Muitas vezes ela parece ser apenas uma frase engraçada, mas no contexto empresarial – e principalmente comercial – ela pode ser a causadora de crises e até mesmo de falências. Achou exagero?

Hoje vamos falar sobre como o gestor deve assumir sua culpa em todo o processo comercial e mais do que isso, apresentar três competências que nós do Funil de Vendasidentificamos ao longo dos anos como sendo primordiais para um bom gestor. Veja só!

Técnica:

Competência técnica NÃO é um “extra” ao trabalho do gestor. Você deve saber absolutamente tudo sobre seu produto, seu público, mercado e concorrentes. Se o cliente chegar com uma dúvida, você deve saber responder e não encaminhar para um vendedor, por exemplo.

Por isso, estude! Se você ainda não se sente craque o suficiente no que vende, não há tempo a perder. Vá atrás de conversar com seus vendedores, analisar concorrência, pensar em novas estratégias.

Competência gerencial:

Imagina pegar um carro e sair andando por uma estrada sem saber onde vai chegar. E pior: sem conseguir ver onde está sua gasolina, ou a rota que você está fazendo.

Quais as chances dessa viagem dar certo? Mínimas.

Isso também acontece com uma empresa em que o gestor – ou seja, o condutor – não sabe para onde vai.

Se você não acompanha seus indicadores, não sabe o que está dando certo, errado e qual caminho seguir.

Para gestores que já fazem o acompanhamento de seus indicadores, não existe segredo: a cada baixa, sabe-se o motivo da perda. A cada mudança do cenário de vendas mensal, consegue-se pensar em soluções.

Agora, para quem não faz isso, a tarefa fica mais difícil. Você sabe responder hoje quais suas taxas de conversões entre etapas? Como está seu Funil de Vendas?  Onde você e sua equipe gerenciam seus contatos e clientes?

Se essas respostas não existem, fica difícil trilhar o caminho do sucesso.

Comportamento:

Você precisa ser um espelho para sua equipe. É nisso que se encontra a diferença entre chefe e lidar.

Cobrar metas é fácil, mostrar como se faz é que é difícil. É por isso que um bom gestor é reconhecido em seu comportamento, na forma como conduz sua equipe.

Por exemplo, se você não exerce com excelência as competências técnicas e gerenciais, a competência comportamental já está comprometida. Isso se aplica tanto no dia a dia das vendas quanto na implementação de novas ferramentas.

Contratou um CRM para a equipe sem nem aprender a usar? Falha.

Traçou uma meta sem analisar meses anteriores e o mercado? Falha também.

A equipe enxerga isso a passa a questionar a gestão, o que a médio prazo costuma trazer prejuízos de produtividade. Você não quer isso para sua equipe, não é?

Uma boa forma de começar a solucionar esses problemas é enxergando o Funil de Vendas ideal para sua equipe. Você pode fazer isso pelo nosso Simulador de Meta (é gratuito e fácil de usar). Assim, você não precisa mais colocar sua culpa no que não é real!

Ou, se ainda tiver dúvidas, assista ao vídeo do nosso sócio Thiago falando mais sobre o assunto!

Funil de Vendas, CRM para equipe comercial
Indicadores que mostram como bater sua meta
Nunca mais perca oportunidades por falta de follow ups
Quer bater sua meta?

Gostaria de colocar estas dicas em prática dentro de nosso CRM?

Experimentar grátis
As três competências de um gestor
Avalie este post
Isadora Lopes

Author Isadora Lopes

Consultora de Inbound Marketing, especialista em conteúdo para vendedores e gestores de times de vendas.

More posts by Isadora Lopes